WORKING WITH INDUSTRIAL STYLE DECORATION.


Many people tell me that they would like to use the industrialdecoration but unfortunately they do not live in lofts. People!!!!! Even in an apartment or home this kind of decoration looks beautiful. Just one consideration to make: enjoy the industrial style but be careful that your home does not look like a chop shop.





















The thing I love the most about industrial style is that even if you are not lucky enough to live in an awesome, converted space, you can still make the most of the look. So, today in my blog I will show you how.





































To make the industrial decoration is not just leave the walls unpainted, exposed bricks or tubing apparent. The furnishings and decorating accessories need to be in harmony with the decor otherwise it becomes mess (here). If exaggerated, the environment becomes heavy and lifeless. But if you enjoy this style, get to work (here).
















When I decided to adopt the industrial style in my decoration I had great difficulty in finding furniture and objects related to the style. So I joined a friend and we created an iron and wood handicraft workshop called "DOCTORPROJECT". There, we assembled architects, designers, locksmiths and carpenters and started to create our own furniture and objects.




































One of the first pieces we created was a steel base for a dining table.



To give a touch of color to the environment the base of the table was painted in red.



























At the table we used a glass top (8 mm). A more contemporary touch was given by the red chairs set. The table was perfect for the dining room of my beach house


Take your chances.
Do it.
Renew your home and your life.
Be happy.
Stay here, I'll be right back.


Em português (in portuguese).

TRABALHANDO COM DECORAÇÃO DE ESTILO INDUSTRIAL.

Muitas pessoas me relatam que gostariam de usar a decoração industrial mas, infelizmente, não moram em “lofts”. Gente!!!!! Mesmo em um apartamento ou casa esse tipo de decoração fica lindo. Apenas uma consideração a fazer: aproveite o estilo industrial mas cuidado para que sua casa não fique com cara de ferro velho.

O que mais gosto no estilo industrial é que, mesmo que você não tenha a sorte de viver em um espaço incrível, você ainda pode aproveitar ao máximo este estilo. Então, hoje em meu blog vou te mostrar como.

Para fazer a decoração industrial não é apenas deixar as paredes sem pintura, os tijolos expostos ou tubulação aparente. Os móveis e os acessórios de decoração precisam estar em harmonia com a decoração caso contrário vira bagunça (aqui). Se exagerado, o ambiente fica pesado e sem vida. Mas se você aprecia este estilo, mãos à obra (aqui).

Quando decidi adotar o estilo industrial na minha decoração tive enorme dificuldade em encontrar móveis e objetos relacionados ao estilo. Assim, me associei a um amigo e criamos uma oficina de artesanato em ferro e madeira chamada “DOUTOR PROJETO”. Ali reunimos arquitetos, designers, serralheiros e marceneiros e passamos a criar nossos próprios móveis e objetos.

Uma das primeiras peças que criamos foi uma base em aço para uma mesa de jantar.

Para dar um toque de cor ao ambiente a base da mesa foi pintada em vermelho.

Na mesa usamos um tampo em vidro (8 mm). Um toque mais contemporâneo foi dado pelo conjunto de cadeiras vermelhas. A mesa ficou perfeita para a sala de jantar da minha casa da praia.


Arrisque-se.
Faça.
Renove sua casa e sua vida.
Seja feliz.
Fique aqui, volto logo.

MAKING THE IRON GATE.













At the back of the side area of the house there is a small space with the electricity and water meter boxes. Initially it was an open space and with easy access through the courtyard (left). For safety I built a wall and isolated this small space from the rest of the house (right).
































This small space has an independent entrance down the street and in it there was an old, ugly and already completely deteriorated wooden gate.
























I called professionals for the placement of a new gate. In addition to the delay for delivery I still came across the high cost of the wood. WHAT DO I DO? Answer: I went to my workshop and working as a locksmith I made a brand new steel gate.






































With a friend’s help I put the gate and painted it with the same green automotive paint used on the door. The economy was huge, the result very good and the personal achievement immensely rewarding.

Try.
Do it.
The result will make you smile
See you


Em português (in portuguese).

FAZENDO O PORTÃO DE FERRO

Na parte posterior da área lateral da casa há um pequeno espaço com os relógios de energia elétrica e água. Inicialmente era um espaço aberto e com fácil acesso pelo pátio (esquerda). Por segurança construí uma parede e isolei este pequeno espaço do restante da casa (direita).

Este pequeno espaço tem uma entrada independente pela a rua e nele havia um velho, feio e já completamente deteriorado portão de madeira.

Chamei profissionais para a colocação de um novo portão. Além da demora para a entrega ainda me deparei com o alto custo da madeira. O QUE EU FAÇO? Resposta: fui para minha oficina e trabalhando como serralheiro fabriquei um novo portão em aço.

Com o auxílio de um amigo, coloquei o portão e o pintei com a mesma tinta automotiva verde usada na porta. A economia foi enorme, o resultado muito bom e a realização pessoal imensamente gratificante.

Tente.
Faça.
O resultado te fará sorrir
Até mais

SAVE MONEY BY DOING THINGS YOURSELF.












When I finished the most painstaking stage (bricklayer and painter) in the renovation of my beach house, I noticed that there were still some jobs left and for which I would have to call a professional. At that moment, some great difficulties arose, namely: difficulty in finding a professional, little availability of professional time, abusively expensive budgets.



























At that moment, I remembered my last post (here) and immediately came the answer: "I'll do it myself". I took a deep breath, filled myself with courage, and set to work. The first job was the cleaning of the slate stone floor that lines the entrance of the house. When painting the house, the painters, without the slightest care, splashed the entire floor with paint.













I went to a specialized store bought and tried, one by one, all the indicated products (from acid solutions to renowned and known paint removers) ....... exhausting work and absolute failure. I researched and discovered an excellent product (here). On my knees on the floor, I selected about five stones and, using a brush, applied the product. After the application, I waited a few minutes and again with the brush or a spatula was easily removing the ink and mortar splashes. After removal, the stones were washed with water (here).



























The work was great and exhausting, but the result was clean and fresh stones. Excellent result ...... Thanks !!!!




























The service entrance of the house has a steel door, but this one was weathered and with rust spots. I consulted some experts and they advised me to change the door. Not convinced I decided to do the door recovery job myself.












































Initially I wiped the entire surface with a damp cloth, then I brushed the rust spots with a steel brush, then sandpaper and applied a Rust Remover. After that, I applied an antirusting paint background and finally I painted it with automotive paint in green. Excellent result and I got a new door.


Try, Invent, Do.
Save your money.
Have fun working and....
Goodbye stress !!!
Stay here, I'll be right back.


Em português ( in portuguese).

FAZENDO AS COISAS E ECONOMIZANDO.

Quando terminei a etapa mais trabalhosa (pedreiro e pintor) na reforma da minha casa de praia observei que ainda restavam alguns trabalhos e, para os quais precisaria chamar um profissional. Nesse momento, surgiram algumas grandes dificuldades, a saber: dificuldade em encontrar um profissional, pouca disponibilidade de tempo do profissional, orçamentos abusivamente caros.

Nesse momento, me lembrei de minha última postagem (aqui) e, de imediato, veio a resposta: “Eu mesmo vou fazer”. Respirei fundo, me enchi de coragem e coloquei mãos à obra. O primeiro trabalho foi a limpeza do piso em pedra ardósia que reveste a entrada da casa. Ao pintarem a casa, os pintores, sem o mínimo cuidado, respingaram todo o piso com tinta.

Fui até uma loja especializada comprei e experimentei, um a um todos, os produtos indicados (desde soluções ácidas até renomados e conhecidos removedores de tinta).......trabalho desgastante e absolutamente sem sucesso. Pesquisei e descobri um produto excelente (aqui). De joelhos no piso, eu selecionava cerca de cinco pedras e, com o auxílio de um pincel, aplicava o produto. Após a aplicação, esperava alguns minutos e novamente com o pincel ou uma espátula ia removendo facilmente os respingos de tinta e argamassa. Após a remoção, lavava as pedras com água (aqui).

O trabalho foi grande e desgastante, mas o resultado foi pedras limpas e renovadas. Excelente resultado......Valeu!!!!

A entrada de serviço da casa tem uma porta em aço, mas esta estava desgastada pelo tempo e com pontos de ferrugem. Consultei alguns especialistas e eles me recomendaram a troca da porta. Não convencido, decidi eu mesmo fazer o trabalho de recuperação da porta.

Inicialmente limpei toda a superfície com um pano úmido, posteriormente, escovei os pontos de ferrugem com uma escova de aço, depois uma lixa e apliquei um Removedor de Ferrugem. Feito isso, apliquei um fundo tinta anti-ferrugem e, finalmente, pintei com tinta automotiva em cor verde. Excelente resultado e ganhei uma porta nova.


Tente, Invente, Faça.
Economize seu dinheiro.
Divirta-se trabalhando e...
Adeus stress!!!
Fique aqui, volto logo.